Cavalo no campo pastando tranquilo

Azulzinho

Sua história

 Azulzinho  foi resgatado em Cachoeirinha-RS.


Ele  teve cortado os tendões em três de suas patas, a quarta só foi poupado porque a lâmina perdeu o fio  e o corte ficou superficial. Ele estava severamente desnutrido e coberto de sangue quando Chico o encontrou.


Mesmo nesta condição extrema, ele levantou-se e relincho,  como se estivesse pensando "os homens  do Bem chegaram".


Ele foi levado para o hospital da UFRGS onde foi submetido  a  uma  tenoplastia.

Padrinhos

Alimentação - Angela Frantz


Hospedagem - Angela Frantz

Saiba mais
image23

Bombom

Sua história

 Chegou  prenhe. Não dava para perceber pela sua magreza e por ser o início da gravidez.


Ganhamos um linda mocinha  que recebeu o nome de Água de Los Campos.  Sua filha ganhou um lar na  Serra Gaúcha  e ela vive  no santuário junto de amigos. 


É um animal muito  meiigo.

Padrinhos

Alimentação - Eugenio e Tania  Evangelista


Hospedagem

Saiba mais
Cavalo no campo entrando em lagoa

Brena

Sua história

Vagava entre os carros em Cachoeirinha em uma avenida movimentada.


Ela tinha na cabeça  um enorme edema, causada por uma paulada.


Quebraram a cartilagem das orelhas, sendo que a direita foi mais comprometida.Tinha um ferimento aberto sangrante da testa até o nariz.


Ela sempre foi muito assutada, não dá para levantar os braços na frente dela. 


Quando pego ela pelo bucal e falo com ela com voz suave, revira os olhos. 


Hoje é uma gorda muito querida.

Padrinhos

Alimentação - Larisse Ferreira


Hospedagem -  Piero Albuquerque

Saiba mais
image24

Chicão

Sua história

Ele vivia com um bêbedo, diariamente era montado e descia e subia uma ladeira correndo e apanhando. 


Uma de suas pernas  tem sequelas de fratura.


A única forma de salvá-lo foi comprando o animal.


Uma pessoa fez isso.  


Hoje ele vive livre como todo cavalo deve ser..

Padrinhos

Alimentação


Hospedagem -  Ana Maria

Saiba mais
Cavalo no campo pastando tranquilo

Colinha

Sua história

 

Recebemos ela  por  Alvará Judicial, enquanto corre na justiça o TC por abandono e maus tratos.  


Ela estava solta em estrada de muito movimento de caminhões com uma pata muito machucada e manca.   Felizmente desta vez chegaram ao proprietário, que pagará o abandono com o rigor da Lei.  


Ela é muito medrosa com humanos e agressiva com outros animais, comportamento típico do animal submetido a muito sofrimento. 


Aos poucos vamos derrubando essas barreiras comportamentais e logo ela apresentará a personalidade dócil do cavalo.  


Qualquer ser submetido ao sofrimento intenso torna-se arredio. A Colinha não é uma exceção.

Padrinhos

Alimentação - Yaskara Posser


Hospedagem -  Marcia Chaves Piresli

Saiba mais
Cavalo no campo pastando tranquilo

Eliane

Sua história

Ela foi encontrada pastando num terreno baldio, estava com dificuldade para caminhar devido a uma fratura. 


O proprietário disse que cuidava bem dela, que ela tinha ração e água. Disse que não sabia porque estavam pretendendo tirar a égua dele. Enfim... Toda aquela conversa foi com a Secretaria do Meio Ambiente de Canoas.


Por fim acabou entregando a égua. 


A veterinária Inês nos pediu ajuda e ficamos com ela. 


Está na ONG há seis anos. Está muito bem e é muito bem cuidada.

Padrinhos

Alimentação - Tatiana Zala


Hospedagem - Liana M. Silveira

Saiba mais
image25

Fiona

Sua História

Esse  cotoco  recebeu nome de princesa, porque nasceu livre   e foi cuidada com muito carinho.


Nunca vai sofrer como sua  mãe.


É alegre,  corre muito,  comportada  e  curiosa. Feliz como todo a criança  de qualquer espécie  deveria ser.

Adora maçã.

Padrinhos

Alimentação


Hospedagem

Saiba mais
Cavalo no campo pastando tranquilo

Zezo Augusto

Sua história

Um cavalo meigo, mansinho, abandonado em Viamão. Nos  foi entregue pela polícia. Estava muito desnutrido e com ferimentos de tração.


Não se sabe quem, depois de muito usar o animal, o descartou quando ele estava velho e doente. Rotina comum entre os carroceiros.


Agora, ele tem  aposentadoria e respeito.

Padrinhos

Alimentação - Urânia Brum


Hospedagem - Frederico Falcetta

Saiba mais
image26

Grandão

Sua história

Ele foi recolhido no depósito da EPTC, num lote de 17 cavalos em 2010.  Além de desnutrido, tem o olho vazado e foi recolhido nas ruas puxando carroça.   


Mais um cavalo sem história.  Mais uma vítima da invisibilidade do estado onde tem o cavalo como o “Símbolo Histórico Cultural”. Símbolo imaterial da hipocrisia do Rio Grande do Sul. 


Os símbolos de uma nação ou de um estado têm que ser preservados. 


A legislação diz o os animais são tutelas do estado, mas o que se vê nas cidades gaúchas é crueldade invisível.  


Os verdadeiros gaúchos trazem o cavalo no coração. A grande maioria traz apenas na língua

Padrinhos

Alimentação


Hospedagem -  Ana Paula denarden

Saiba mais
Cavalo no campo pastando tranquilo

Lampião

Sua história

 

Ele foi abandonado com uma barra de ferro enfiada em seu casco, como consequência de ferraduras feitas  com vergalhão  de construção. Elas  são moldadas e fixadas  nos cascos dos cavalos.  


No caso do Lampião, alguns  cravos  caíram  de modo que o ferro  ficou enfiado na  parte mole  do casco.


 Ele ainda carrega seqüelas ,  uma vez que o seu casco é todo deformado.


De vez em quando inflama  e tem de ser tratado.  Ele nunca vai deixar Chicote Nunca Mais. 


Adora maçãs e é muito carinhos

Padrinhos

Alimentação - Katia Weiss


Hospedagem - Luciane Delane

Saiba mais
image27

Légolas

Sua história

 Foi abandonado  num terreno  amarrado sem  água e sem comida por quase 48 horas num dia muito quente. 


Estava  desidratado . SE não  fossem os vizinhos morreria ali.


Esteve num tutor  e voltou para a ONG. 

Ele é  um animal muito doce.

Padrinhos

Alimentação - Marcio Zacarias


Hospedagem -  

Saiba mais
image28

Mamede

Sua história

 

Escorregou  no asfalto e abriu um espacate  que mudou sua vida. 


Ele foi atendido pelo veterinário  da Chicote ,  na rua no local que caiu. Seu  condutor pediu para  que ele fosse recolhido pela ONG,  porque não dispunha de recurso s  para dar o tratamento necessário e que não queria  que  ele sofresse. 


Como o nome deste moço era Mamede, colocamos o nome dele no cavalo.  


Toda a vez que dizemos o nome dele  fazemos uma homenagem  para um homem do Bem. 


Em  210 animais recolhidos pela ONG somente duas pessoas pensaram primeiro no”  bem estar “ do animal. Foi o caso do Mamede  e da Kaká, porque ambos eram animais  jovens.  


Hoje ele ainda tem alguma leve dificuldade  de marcha, mas quase imperceptível.

Padrinhos

Alimentação


Hospedagem -  

Saiba mais